O método McKenzie®

O que é o método McKenzie®?

Robin McKenzie mudou a maneira como os pacientes em todo o mundo tratam problemas nas costas e nas extremidades. O Método McKenzie de Diagnóstico Mecânico e Terapia (MDT), desenvolvido por Robin na década de 1950, tornou-se um padrão no campo. Robin dedicou sua vida profissional ao estudo de distúrbios osteomusculares e seu tratamento e suas teorias agora são apoiadas por evidências científicas.

 

Foi em 1956, em sua clínica em Wellington, que Robin McKenzie observou pela primeira vez por acaso um evento notável que mudou a natureza do tratamento administrado para o alívio da dor nas costas em todo o mundo. Esse acontecimento inesperado levou ao desenvolvimento de teorias e práticas que se tornaram a marca registrada dos protocolos McKenzie para avaliação e tratamento de distúrbios mecânicos da coluna vertebral.

“Minha primeira experiência com o que escolhi chamar de ‘Fenômeno da Centralização’ ocorreu em 1956. Um paciente, ‘Sr. Smith’, que sofria de dores à direita da região lombar, estendendo-se pelas nádegas e coxas até o joelho,  foi submetido a tratamento por três semanas sem melhora. Ele podia se curvar para a frente, mas não podia se curvar para trás. Eu disse a ele para se despir e deitar de bruços sobre a mesa de tratamento, cujo final fora levantado para um paciente anterior. Sem ajustar a mesa, desapercebido por toda a equipe clínica, ele ficou deitado de bruços, com as costas esticadas por cinco minutos. Depois de algum tempo, quando entrei na sala, fiquei horrorizado ao encontrá-lo deitado naquela posição, considerada na época, muito prejudicial. Ao indagar sobre seu bem-estar, fiquei surpreso ao ouvi-lo dizer que em três semanas era o melhor que se sentia. Toda a dor desapareceu de sua perna. Além disso, a dor nas costas passou do lado direito para o centro, sua extensão antes restrita havia melhorado bastante. Após ficar de pé, o paciente permaneceu bem, sem recorrência de dor nas pernas. A posição foi adotada novamente no dia seguinte e resultou na resolução completa da dor lombar central. O movimento da dor da perna ou nádegas para o meio das costas é agora conhecido como fenômeno de centralização“.

 

   – Robin McKenzie

Essa chance de observação clínica levou Robin a começar a avaliar sistematicamente os efeitos que movimentos e posições simples tinham na dor nas costas de seus pacientes. Um processo de avaliação claro emergiu gradualmente. Esse sistema, agora conhecido como Método McKenzie de Diagnóstico Mecânico e Terapia (MDT), alcançou reconhecimento mundial e agora é considerado parte do gerenciamento “normal” da dor lombar. Sua visão era que todos os pacientes com dor músculo-esquelética fossem ensinados a lidar com a própria dor.

 

Na década de 1970, Robin havia desenvolvido suas teorias com bastante robustez e se tornou conhecido nos Estados Unidos, onde suas idéias foram adotadas com grande entusiasmo. Ele foi contratado pelo grupo de hospitais Kaiser e ajudou muitos milhares de trabalhadores americanos a superar seus problemas debilitantes nas costas. As honras foram seguidas rapidamente e McKenzie foi convidado para o Reino Unido, muitos países europeus e para o Japão e China.

 

Para atender as demandas de seu trabalho, logo ficou claro que era necessária mais educação. Robin começou a estabelecer cursos de treinamento para educar outros fisioterapeutas e também estabeleceu o Instituto McKenzie para realizar pesquisas e treinamentos adicionais. O Instituto foi fundado em 1982 e, desde então, se tornou uma entidade multinacional com 28 filiais. Por mais de 40 anos, Robin McKenzie refinou e aperfeiçoou os procedimentos que tornaram o sistema de auto-tratamento McKenzie único. Ele também inventou o rolo lombar McKenzie e o rolo cervical McKenzie para ajudar os pacientes a prevenir a recorrência da dor.

Abrir chat
Powered by